Maquiagem para pele oleosa

História da Irene

Geralmente quem tem a pele oleosa (ou até mista) acredita que a maquiagem pode acentuar ainda mais essa característica ou até mesmo deixar a pele com brilho mais excessivo ainda, o que é um engano. A maquiagem não estimula a produção da oleosidade da pele! Conhecer o todos os tipos de cobertura pode ajudar na hora de escolher o tipo de base.

Antes da maquiagem é bom lembrar que é fundamental o uso de produtos para a limpeza, tonificação e hidratação da pele. De nada adianta fazer uma maquiagem linda se por baixo dela há uma pele mal tratada e sem viço. Escolha produtos hipoalergenicos e livre de óleos. Outra dica é verificar junto ao rótulo do produto se é específico para o seu tipo de pele, que pode ser seca, normal, mista ou oleosa.

 

Diariamente, tanto pela manhã quanto à noite é fundamental limpar bem a pele e a noite retirar toda a maquiagem antes de dormir. A hidratação também é super importante para o combate do envelhecimento.

A maquiagem para pele oleosa deve ser leve e suave. Prefira sempre produtos líquidos para a cobertura (corretivo e base), que são mais indicados por oferecer uma cobertura leve, sem deixar um aspecto pesado e artificial à maquiagem.

O corretivo serve única e exclusivamente para corrigir pequenas imperfeições ou suavizar manchas que estão isoladas. É válido também aplicar este produto no canto dos olhos, do nariz e da boca, onde naturalmente a pele é mais escura. Sempre em pequenas quantidades e com leves batidinhas, sem arrastar. A cor do corretivo pode ser um tom mais claro da pele. Para casos severos de olheiras, opte por um corretivo que também trabalhe como difusor de luz – iluminador – e que também trata a região, irrigando ou dilatando os vasos sanguíneos e iluminando o olhar. Lembre-se de optar por um corretivo líquido que é facilmente encontrado no mercado.

Para uniformizar a pele, use a base sobre todo o rosto. Este produto também pode ser encontrado em várias opções, porém a mais indicada é a líquida. Para acertar em cheio o tom deste produto com o do rosto, faça um teste aplicando uma pequena quantidade sobre a testa até secar. Se houver diferença de cor, troque! Uma atenção especial também nos movimentos de aplicação da base: respeite a malha muscular do rosto, por isso o produto deve ser aplicado de dentro para fora, em movimentos ascendentes e no pescoço, de cima para baixo.

A pele oleosa possui brilho excessivo, principalmente na zona T (testa, nariz e queixo), por isso o pó é fundamental para controlar o brilho. Se você tiver a pele normal à seca, aplique apenas na zona T (testa, nariz e queixo). Aplique sempre uma quantidade mais generosa, mesmo que inicialmente a pele apresente um aspecto mais seco que o normal. Aplicar uma quantidade maior garante o aspecto mate e fixa a maquiagem por mais tempo. É importante também reaplicar o produto sempre que notar início de brilho na pele. Para finalizar a cobertura de uma pele perfeita, aplique um produto iluminador sobre vincos ou marcas de expressão, assim teremos um efeito de ótica que disfarça e elimina essas características.

A pele oleosa possui poros mais dilatados que a pele normal. Por isso a cobertura pesada pode “entupir” esses poros, comprometendo o acabamento da maquiagem. Todos os produtos para cobertura de pele (exceto o pó) devem ser líquidos e sem óleo, os chamados “oil-free”. Existem produtos adequados a todos os tipos de pele, por isso invista em bons produtos para poder aproveitar ao máximo o que cada um oferece de melhor.

Voltar
Comentar Comentar Imprimir Compartilhar Facebook Twitter Google Plus
Não percam Irene no Ar
Não percam Irene no Ar
Programa inédito todos os sábados das 11:00hrs às 12:00hrs, reprisando às quintas-feiras às 19:15hrs, no Canal 40 UHF da TV Opinião (Esporte Interativo)